Posted tagged ‘Livros’

Orlando, O Quarto de Jacob: Virginia Woolf no máximo

9 de outubro de 2012

 

Virginia Woolf carregava um imenso universo interno que a atormentou durante toda sua vida. Uma parte ela pôde transformar em escritos, pensamentos e ficção, moldando, modificando a literatura inglesa e mundial. Outra parte, não conseguiu superar. Sofrendo de depressão profunda, com um histórico de tentativas de suicídio e internações em instituições psiquiátricas, afinal sucumbiu, carregando sua roupa de pedras para afundar no rio Ouse, na Inglaterra. No meio disso, revolucionou a narrativa moderna.

Sua inquietação, seu afã de descobertas e experiências literárias e artísticas tinha raízes próprias. Nascida em 1882, era dotada de grande inteligência, teve o privilégio de uma família culta que valorizava o incentivo artístico e cultural, seus pais eram literatos e editores, descendentes de escritores ingleses consagrados. Foi educada em casa pelo próprio pai. Ao lado disso, as tragédias a acompanharam desde cedo: seus pais morreram prematuramente (aliás, quase todos seus parentes mais próximos morreram muito cedo, assim como sua meia-irmã Stella Duckworth, que havia praticamente tomado o lugar como sua mãe, e seu irmão Toby) e, na adolescência, foi abusada sexualmente pelo meio-irmão Gerald Duckworth.

Junto com sua irmã Vanessa Bell, artista plástica casada com o critico de arte Clive Bell, criou um grupo de discussão literária e cultural que agitou o cenário inglês da época e que ficou conhecido como o grupo de Bloomsbury. Igualmente jovens e inquietos, buscavam novas formas de entender, criticar e produzir cultura. Foi neste grupo que Virginia conheceu o escritor e critico literário Leonard Woolf com quem se casou.

Ela e o marido fundaram uma editora, a Hogarth Press, originalmente para publicar os trabalhos dela e faze-la ocupar-se, distraindo-a de seus problemas mentais, mas que mais tarde tornou-se uma importante casa editorial que teve entre seus publicados autores do calibre de T.S. Eliot, Gorky, E.M. Forster, Katherine Mansfield, e foram os primeiros a publicar uma edição em vinte e quatro volumes das obras completas de Freud na Inglaterra.

O Quarto de Jacob‘ é o terceiro romance de Virginia Woolf e o primeiro no qual ela radicalmente quebra com as regras da narrativa tradicional. Seus trabalhos anteriores haviam deixado entrever suas tentativas tímidas neste sentido, mas aqui ela vai fundo. A bem dizer, não existe realmente um enredo, uma história. São quadros emocionais, são grandes lances que acompanham um fio de enredo que, provavelmente, é a história do garoto Jacob desde sua infância até sua morte, vagamente inspirado na figura do irmão de Virginia, Toby. É inacreditável constatarmos como este livro ainda transpira vigor, novidade, criatividade, beleza! Precisamos esquecer, deixar de lado a narrativa linear do simples começo-meio-e-fim, embarcar em suas digressões e mentalizações, os fluxos internos de pensamentos dos personagens, e sentir (como devem ter sentido os contemporâneos de Woolf e como sentem todos os que lêem seus livros pela primeira vez), um sopro de liberdade e potência narrativa nunca experimentada antes. É uma viagem empolgante e verdadeiramente esclarecedora. A apresentação feita por esta edição da Nova Fronteira é impecável: “Tudo é narrado de forma fragmentada, quase inapreensível, sem impor um enredo que oriente e esclareça de uma vez por todas o leitor. Cabe a este, ao contrário, a tarefa de montar estes fragmentos e, a partir deles, inventar o seu sentido, a sua moral, sobretudo a ácida e implacável visão critica de uma sociedade encurralada no cultivo de suas mais medíocres aparências.”

Virginia Woolf também foi uma grande ensaísta e critica literária, escreveu por volta de quinhentos ensaios, publicados em jornais, revistas, suplementos

Tilda Swinton na versão cinematográfica de ‘Orlando’, em mais uma dessas estranhas tentativas, fadadas ao fracasso, de transpor Virginia Woolf para as telas de cinema

literários, e cujo eixo principal era a participação das mulheres em uma literatura dirigida e dominada pela visão masculina do mundo. Embora nunca tenha sido uma ativista feminista militante, em seus ensaios deixava claro a necessidade das mulheres se tornarem independentes para poderem produzir cultura do seu próprio ponto-de-vista, de deixar de serem objetos-da-literatura para autoras-de-literatura e de sua vida.

ORLANDO não é uma peça neste quebra-cabeça cultural, mas certamente é um importante ponto para esta discussão. É sua obra mais famosa e de maior sucesso. Acompanha a ‘história’ da vida de Orlando, um gentil-homem cavalheiro inglês no final do século XVIII. Duzentos anos mais tarde, observamos as mudanças (sociais, técnicas, culturais) desta Inglaterra e em Orlando que, de forma gradual, natural, imperceptível, agora é uma mulher.

Orlando pulou, como se tivesse levado uma violenta pancada na cabeça. Na verdade, eram dez horas da manhã. Era o dia 11 de outubro. Era 1928. era o momento presente.

Ninguém se assombre de Orlando ter um sobressalto, levar a mão ao coração e empalidecer. Pois que revelação mais terrível que a de ser sentir que este é o momento presente? Se sobrevivemos ao choque, é apenas porque o passado nos ampara de um lado e o futuro do outro. Mas não temos tempo agora para reflexões; Orlando já estava terrivelmente atrasada. Correu pela escada abaixo, pulou para o automóvel, calcou o acelerador e partiu.”

Orlando é calcada/o na escritora Vita Sackville-West, com quem Virginia teve um caso e serve como uma verdadeira homenagem para a amante. A primeira edição inglesa, inclusive, trazia uma foto de Vita Sackville-West ilustrando o livro, vestida como o personagem.

Há, ainda, um importantíssimo ‘detalhe’ nesta publicação de ‘O Quarto de Jacob’ e ‘Orlando’: as traduções. A do primeiro é de Lya Luft e do segundo, de Cecília Meirelles! Simplesmente imperdível.

Anúncios

De livros e música: um exemplo rápido do que a internet pode oferecer

13 de dezembro de 2008

cartaSem entrar no mérito da questão, já embolorada e inútil, sobre ‘livros de papel x livros no computador’, não é possível deixar de reconhecer a enorme quantidade de dados e documentos que podem ser acessados, reconhecidos, estudados e lidos pela net. Dias desses, esbarrei nesta lista de sites que oferecem livros para download gratuitamente. Creio que é um verdadeiro serviço de interesse público compartilhar estes endereços.

Só peço desculpas à pessoa ou o pessoal que organizou essa lista, pois depois que copiei os dados, acabei perdendo o link de onde a tirei; com certeza, quem a organizou merece ser citado e elogiado. Eu só estou repassando, o verdadeiro trabalho foi deles.

Sites para baixar livros gratuitos

Bartleby, eles têm uma das melhores coleções de literatura, versos e livros de referência com acesso gratuito.

Biblomania, uma grande coleção de textos clássicos, livros de referência, artigos e guias de estudo.

Books-On-Line, um diretório com mais de 50 mil publicações (a maioria grátis). A busca pode ser feita por autor, tema ou palavra-chave.

Bookstacks, conta com cerca de 100 livros de 36 autores diferentes. Os livros podem ser lidos on-line ou baixados em formato PDF.

Bored.com, milhares de livros clássicos para ler ou fazer download. É possível encontrar livros de música, jogos, culinária, ciências e viagens.

Classic Book Library, uma biblioteca gratuita que contém romances de mistério, ficção científica e literatura infantil.

Classic Bookshelf, biblioteca eletrônica de livros clássicos. Tem um programa de leitura que permite a visualização mais fácil dos arquivos.

Classic Reader, coleção de clássicos de ficção, poesia, contos infantis e peças de teatro. Mais de 4 mil obras de centenas de autores.

Ebook Lobby, centenas de ebooks gratuitos ordenados em categorias que vão desde técnicas empresariais e arte até informática e educação.

EtextCenter, mais de 2 mil ebooks gratuitos procedentes da Biblioteca Etext Center da Universidade da Virgínia. Inclui livros clássicos de ficção, literatura infantil, textos históricos e bíblias.

Fiction eBooks Online, centenas de peças de teatro, poemas, contos, livros ilustrados e novelas clássicas.

Fiction Wise, obras de ficção científica gratuitas. Além disso é uma loja de livros.

Full Books, milhares de livros completos dos mais diversos assuntos, ordenados por título.

Get Free Books, milhares de livros gratuitos de quase todos os temas imagináveis. Encontram-se disponíveis para download imediato.

Great Literature Online, vasta coleção de títulos ordenados por autor. Além de fornecer textos em formato HTML, proporciona uma linha de tempo biográfica e lista de links sobre o autor consultado.

Hans Christian Andersen, coleção maravilhosa de histórias e contos de fadas de Hans Christian Andersen.

Internet Public Library, fundada por um grupo da University of Michigan’s School of Information e Michigan SI students. Contém uma antologia com mais de 20 mil títulos.

Literature of the Fantastic, pequena coleção de ficção científica e livros de fantasia, com links para grupos de discussão.

Literature Project, coleção gratuita de textos clássicos e poesia. Esse site tem um programa de leitura em voz que pode ser baixado.

Magic Keys, contos ilustrados para pessoas de todas as idades.

Many Books, mais de 20 mil ebooks gratuitos para PDAs, iPods e similares.

Master Texts, base de dados gratuita que contém obras-primas da literatura, as quais podemos buscar por título, tema e autor.

Open Book Project, site orientado à comunidade educativa. Proporciona livros didáticos gratuitos e outros materiais educativos on-line.

Page By Page Books, centenas de livros clássicos que podem ser lidos página por página.

Project Gutenberg, mais de 25 mil títulos gratuitos estão disponíveis no Projeto Gutenberg. Adicionalmente há outros 100 mil títulos através de seus afiliados.

Public Literature, uma enorme coleção de literatura de grande qualidade que mostra autores clássicos e obras modernas do mundo inteiro.

Read Print, biblioteca on-line com milhares de livros, poemas e peças de teatro para estudantes e professores.

Ref Desk, seleta compilação de enciclopédias e outros livros de referência.

The Online Books Page, lista com mais de 30 mil livros grátis da Universidade da Pensilvania.

The Perseus Digital Library, projeto criado pela Biblioteca Virtual da Universidade de Tufts que possui textos clássicos e renascentistas.

Sites pra baixar audiobooks grátis

Audio Literature Odyssey, versões na íntegra de novelas, poemas, contos e obras literárias lidas na voz do ator Nikolle Doolin.

Audio Treasure, Audio Bíblia gratuita em formato Mp3. Inclui links para audiobooks cristiãos (aprecie com moderação, conteúdo perigoso).

Classic Poetry Aloud, podcasts de poemas clássicos e literatura inglesa.

Free Classic Audio Books, dúzias de clássicos para baixar e ouvir no mp3, mp4 e iPods.

Learn Out Loud, diretório que contém mais de 500 títulos em áudio e vídeo. Inclui audiobooks, discursos e conferências.

Librivox, um dos melhores sites com audiobooks de dominio público.

Lit2Go, coleção de autores clássicos e literatura infantil digitalizados pela Florida’s Educational Technology Clearinghouse.

Literal Systems, lista de audiobooks para download.

Spoken Alexandria Project, livraria sob licença Creative Commons com obras clássicas e atuais.

Classics Podcast, contém links para podcasts de leituras em latim e textos em grego antigo.

Isso sem contar com o atual avanço do Google e sua pretensão de digitalizar todos os livros do mundo, inclusive atuais e com pleno vigor de direitos autorais, e disponibilizá-los online, através de acordos com escritores e editoras. A idéia é que a obra digitalizada não compete com o livro publicado de papel, ou até mesmo serve de estímulo para a compra do livro. Depois de muita polêmica e discussão, acordos vários estão sendo realizados. Mas ainda há muito o que vir por aí, esperemos.radio

– Agora, se você procura por rádios online de seu interesse, não precisa se preocupar mais, seus problemas acabaram! Recém-descobri o RADIOBETA, um site que trabalha como um autêntico google dirigido especificamente para rádios que transmitem sua programação pela internet ou diretamente emissoras virtuais.

Já pela página de abertura, mostra-se a que veio, opta-se por procura de rádios por gêneros ou por região do planeta (as regiões vão afunilando por continente e por país, o Brasil, claro, muito bem representado). Para testar, fui atrás do que gosto e vejo que Jazz tem mais de duas centenas de opções.

Uma grande vantagem desse site, ou pelo menos uma tranquilidade, não há encheção de saco para preencher formulários ou se cadastrar de alguma forma. É só entrar, clicar e ouvir.

O endereço : http://www.radiobeta.com/

Notas de puro desconcertos

27 de maio de 2008

COCAÍNA EM VERSOS! Charles Bukowski, Allen Ginsberg, Mario Benedetti, Nacho Vegas, Hans Magnus Enzesberg, são alguns dos nomes de uma antologia preparada para provocar e atiçar polêmicas: “La Venganza del inca”. Organizada pelo poeta espanhol David González, uma antologia que se propõe a recolher o que os poetas e a poesia têm a dizer sobre o pó. Segundo David, não muito. Assunto complicado e não tão glamouroso, poucos autores escreveram sobre e a maioria recai sobre seus efeitos piores. Para o organizador, é mais um sinal de hipocrisia do que falta de possibilidades: “Hay otros temas de los que se puede hablar, no sólo está el amor. Hay mucha hipocresía: Lees a los grandes poetas del amor y descubres que estaban divorciados 3 o 4 veces o tenían amantes”, expresó el asturiano, para quien la presencia en la sociedad de la cocaína es “incuestionable”, a la luz de los diferentes informes de la OMS, algo que “extrañamente” no queda suficientemente reflejado en la literatura.”. A apresentação do livro chegou a ser proibida em um universidade espanhola, imagine se algum dia chegasse por estas brasilis. Tem mais detalhes aquí.  *

HOMEM-ARANHA: MUSICAL DA BROADWAY. Faz um tempo que os produtores musicais norte-americanos estavam loucos para realizar isso. Agora conseguiram. Provavelmente o sucesso impressionante que teve a versão musical do “Rei Leão” proporcionou a oportunidade destes produtores provarem a viabilidade de tal projeto. Bueno, consegue imaginar o homem-aracnídeo saltando de teia em teia para o edifício seguinte em cima do palco enquanto canta seu amor pela Mary Jane ou seu ódio pelo Duende Verde ou um dueto dos tios de Peter Parker? Eu não. Com a onda das big-grandes produções que estão nos assolando ultimamente, não demora, vai chegar aqui também. Ah, isso chega, com certeza. Para acrescentar, a direção do espetáculo é da Julie Taymor, a responsável pelo “Rei Leão”, e músicas do Bono e The Edge. Passemos para o próximo assunto. *

Entre discussões internéticas, tweeters, debates eletrônicos, tecnologia moderna e cultura modernérrima, está nascendo a próxima FLAP. Atenham-se, prestenção, a coisa parece que vai ser muitíssimo interessante! Tá bacana. Como não participei das reuniões de preparação do evento, espero que esse movimento todo seja de alguma forma refletido nas discussões agendadas, dá um belo caldo lítero-cultural-tecnológico, nénão? Acompanhe AQUI  e AQUI o que está rolando. * Aliás, a Márcia Bechara dá um toque sobre essa OFICINA DE TEATRO que está rolando na Ação Educativa, fica ligado. *

“Um livro que não é feito para guardar idéias, para documentá-las, ou simplesmente expor o ponto de vista do autor, mas para provocar idéias nos outros, para que os que lêem se sintam instigados a exercer o direito de pensar mais, de pensar melhor, de pensar até que seu modo de pensar faça diferença na sua visão da vida. E, também, na sua própria ação. O subtítulo “para ler-junto” é a minha tentativa de dizer que filosofia não é um pensamento acabado, mas um processo de pensamento que se faz coletivamente, no diálogo, na conversação. Com este livro tentei situar a importância do que cada um pensa e da relação que o pensamento de cada um tem com o de outro que infuencia meu pensamento. Quis também mostrar que as idéias devem ser de todos, que podemos usá-las na nossa vida, que podemos nos divertir com elas, brincar, ensinar e aprender por meio delas e, sobretudo, sanar um pouco da falta de pensamento que há no mundo.”FILOSOFIA EM COMUM“, editora Record, novo livro da filósofa e escritora Márcia Tiburi, cuja obra sempre se serviu assim forma para abrir discussão, trocar idéias, sem dogmatismos ou pensamentos restritos e fechados, em estilo franco, sincero, direto, e sem frescuras. Livro o qual já estou ansioso para ler. Para saber mais, o BLOG da autora. *

E, ALIÁS, a querida poeta Elaine Pauvolid lança seu “LEÃO LÍRICO” no próximo dia 02 de junho, na Livraria da Travessa de Ipanema. Sempre achei essa mistura (lançamento de livro No Rio de Janeiro) de uma gostosice tremenda, ainda mais então com pessoas queridas e lindas como a Elaine. Não poderei estar presente, mas vai daqui meu beijo internético desconcertábil. *

O HQMIX, o prêmio mais importante dedicado aos Quadrinhos e seus profissionais do país, divulgou sexta-feira passado o nome dos seus indicados. A lista já foi publicada por um monte de sites e blogs dedicados à novela gráfica, mas não tem problema, deixo exposto aqui também quais são as possibilidades para essa próxima premiação. Mesmo porque, quem quiser dar um toque, fazer sugestões, apontar falhas, pode ficar à vontade e dizer, gostaria que esse espaço desconcertábil servisse para essa conversa. Um primeiríssimo exemplo que já deixo de prévia é a estranha falta da indicação do site NEORAMA, dirigido por Marko Ajdaric. Já disse em outras ocasiões da impressionante gama de informações que Marko consegue recolher pelo mundo inteiro (literalmente!), organizar e repassar para os que assinam sua newsletter pelos que desejam saber em exato o que está acontecendo pelo universo dos quadrinhos pelo planeta. Por certo, o Brasil não está nada mau em relação a jornalistas e espaços de discussão e notícias sobre o assunto (alguns estão bem linkados aqui no Desconcertos), mas para o Neorama nem ter sido indicado, caramba!

Estes são os indicados para o HQMIX:

Desenhista Nacional
Fábio Moon e Gabriel Bá (5, Alienista e Fanzine)
Guazzelli (O Primeiro Dia, O Relógio Insano e Ragú #6)
José Márcio Nicolosi (Fetichast: Província dos Cruzados)
Laudo (Clube da Esquina e Tianinha)
Marcatti (A Relíquia)
Mozart Couto (A Boa Sorte de Solano Dominguez)
Spacca (D. João Carioca)

Desenhista Estrangeiro
Charles Burns (Black Hole)
David B. (Epiléptico 1)
Doug Braithwaite (Justiça)
Frank Quitely (Grandes Astros Superman)
Hiroya Oku (Gantz)
John Cassaday (Planetary)
Takehiko Inohue (Vagabond, Slam Dunk)

Roteirista Nacional
Daniel Esteves (Nanquim Descartável)
Fábio Moon (O Alienista)
Guazzelli (O Primeiro Dia, O Relógio Insano)
Laerte (Laertevisão)
Marcatti (A Relíquia)
Spacca (D. João Carioca)
Wander Antunes (O corno que sabia demais, A boa sorte de Solano Domingues)

Roteirista Estrangeiro
Alan Moore (Lost Girls)
Alison Bechdel (Fun Home)
David B. (Epiléptico)
Ed Brubaker (Demolidor)
Guy Delisle (Pyongyang)
Kazuo Koike (Samurai Executor, Lobo Solitário)
Warren Ellis (Planetary)

Desenhista Revelação
Daniel Gisé (Sociedade Radioativa / The Doors)
Felipe Cunha (Front / Eterno)
Gabriel Renner (Tarja Preta )
Jozz (Zine Royale)
Leonardo Pascoal (Bongolê-Bongoró)
Shiko (Blue Note)
Vinicius Mitchell (Revista O Globo)

Roteirista Revelação
A. Moraes (Desvio)
Cadu Simões (Homem-Grilo / Nova Hélade / Garagem Hermética)
Chicolam ( Menino-Caranguejo)
Fabiano Barroso (Um dia Uma Morte)
Leonardo Melo (Quadrinhópole)
Leonardo Santana (Prismarte)
Nestablo Ramos Neto ( Zona Zen)

Chargista
Angeli (Folha de São Paulo)
Chico Caruso (O Globo-RJ)
Cláudio (Agora -SP)
Dálcio (Correio Popular – SP)
Jean (Folha de São Paulo)
Paixão (Gazeta do Povo-PR)
Santiago (Jornal do Comércio de Porto Alegre)

Caricaturista
Baptistão (O Estado de S.Paulo)
Cárcamo (Revista Época / Folha de São Paulo)
Dálcio (Correio Popular)
Fernandes (Diário do Grande ABC)
Gustavo Duarte (Lance!)
Leite (Salão Carioca de Humor / Salão de Imprensa)
Loredano (O Estado de S.Paulo)

Cartunista
Adão Iturusgarai
Allan Sieber
Amorim
DaCosta
Dálcio
Duke
Simanca

Ilustrador
Adams Carvalho
Cau Gomez
Cavalcante
Gilmar Fraga
Kako
Walter Vasconcelos

Ilustrador de livro infantil
Alê Abreu (As Cocadas – Global Editora)
André Neves (O capitão e a sereia – Scipione)
Daniel Bueno (Fernando Sabino na sala de aula – Panda Books)
Felipe Cohen (O nascimento de Zeus – CosacNaify)
Joana Lira (A criação do mundo – Cia das Letras)
Mariana Massarani (Vivinha, a baleiazinha – Salamandra e Adamastor, o pangaré – Melhoramentos)
Suppa (Valentina – Global Editora e Rima ou Combina – Editora Ática)

Publicação Infantil
As Tiras Clássicas da Turma da Mônica(Panini)
Histórias da Carolina (Globo)
Luluzinha (Devir)
Naruto (Panini)
Turma da Mônica (Panini)
Turma do Xaxado (Cedraz)
Witch (Abril)

Publicação de Clássico
As Aventuras De Tintim – Explorando A Lua (Companhia Das Letras)
Corto Maltese – As Célticas (Pixel)
Krazy Kat – Páginas Dominicais 1925-1926 (Opera Graphica)
Marvel 40 Anos (Panini)
O Gaúcho (SM)
Turma Da Mônica – Coleção Histórica (Panini)
Um Contrato Com Deus E Outras Histórias De Cortiço (Devir)

Publicação de Humor
Escombros (Zarabatana)
Groo: Odisséia (Opera Graphica)
Humortífero (Opera Graphica)
Marusaku (Conrad)
Os Noivos Podem Se Beijar (Via Lettera)
Piratas do Tietê: A Saga Completa (Devir)
Tarja Preta (Independente)

Publicação Mix
Front – Ódio #18
Graffiti #16
Marvel Max
Irmãos Grimm em Quadrinhos
Pixel Magazine
Ragú # 6
Tarja Preta # 5

Publicação de Terror
A Serpente Vermelha (Zarabatana)
Black Hole (Conrad)
Courtney Crumrin & As Criaturas da Noite (Devir)
Death Note (Jbc)
Midnight Nation – O Povo Da Meia-Noite (Panini)
Preacher – Rumo Ao Sul (Pixel)
Zombie World – O Campeão Dos Vermes (Pixel)

Publicação Erótica
Chiara Rosenberg (Zarabatana)
Justine (Pixel)
Lost Girls (Devir)
Morango E Chocolate (Casa 21)
Mulheres (Zarabatana)
Revolução (Conrad)
Valentina Volume 2 – 66-68 (Conrad)

Revista de Aventura
Grandes Astros Superman (Panini)
J. Kendall – Aventuras De Uma Criminóloga (Mythos)
Lobo Solitário (Panini)
Mágico Vento (Mythos)
Marvel Action (Panini)
Pixel Magazine (Pixel)
Slam Dunk (Conrad)

Publicação de Tiras
Animatiras de Jean (Abril)
Benett Apavora! de Benett (Independente)
Livro Negro de André Dahmer (Desiderata)
Maakies de Tony Millionaire (Zarabatana)
Mais Preto No Branco de Allan Sieber (Desiderata)
O Mundo É Mágico – As Aventuras de Calvin & Haroldo de Bill Watterson (Conrad)
Talvez Isso… de Marcelo Campos (Casa 21)

Edição Especial Nacional
A Boa Sorte De Solano Dominguez (Desiderata)
A Relíquia (Conrad)
Fetichast: Províncias dos Cruzados (Devir)
Irmãos Grimm Em Quadrinhos (Desiderata)
Laertevisão (Conrad)
O Alienista (Agir)
O Corno Que Sabia Demais (Pixel)

Edição Especial Estrangeira
Antes do Incal – Volume 2 (Devir)
Asterix e a Volta Às Aulas(Record)
Fun Home – Uma Tragicomédia em Família (Conrad)
O Sonhador (Devir)
Persépolis Completo (Companhia Das Letras)
Planetary/Batman – Noite na Terra (Pixel)
Pyongyang – Uma Viagem à Coréia Do Norte (Zarabatana)

Minissérie
52 (Panini)
A Saga do Tio Patinhas (Abril)
Eternos (Panini)
Ex Machina – Símbolo (Pixel)
Fábulas – 1001 Noites (Pixel)
Guerra Civil (Panini)
Justiça (Panini)

Publicação sobre Quadrinhos
Crash (Editora Escala)
Jornal Graphiq (Independente)
Mundo dos Super-heróis (Editora Europa)
Neo Tokyo (Escala)
Revista Omelete (Mythos)
Tokyo Pop (NSP)
Wizmania (Panini)

Publicação Independente de Autor
Defensores da Pátria #1
Dinossauro do Amazonas #1
Homem-Grilo # 42
Lorde Kramus # 1
Menino Caranguejo # 1
Necronauta # 1

Publicação Independente de Grupo
Café Espacial #1
Nanquim Descartável # 1
Bongolé Bongoro # 2
Quadrinhópole # 4
Cão # 2
Garagem Hermética # 3
O Contínuo #6

Publicação Independente Especial
5
Contos Tristes
El Terrado
Música para Antropomorfos
Na Bodega
O Relógio Insano
Schem Há-Mephorash

Publicação Independente de Bolso
A Serpente e a Borboleta
De Bris
Juke Box # 4
Subterrâneo # 20
The Doors
Tulípio # 5
Zine Royale # 2

Projeto Gráfico
A boa sorte de Solano Dominguez (Desiderata)
Almanaque do Ziraldo (Melhoramentos)
Cidades Ilustradas São Paulo (Casa 21)
Estórias Gerais (Conrad)
Laertevisão (Conrad)
Piratas do Tietê vol.2 (Devir)
Sandman – Fim dos Mundos (Conrad)

Álbum de Aventura
300 De Esparta (Devir)
Bone – A Princesa Revelada (Via Lettera)
Corto Maltese – As Célticas (Pixel)
Invencível – Perfeitos Estranhos (Hq Maniacs)
Loki – Edição Especial Encadernada (Panini)
O Menino-Vampiro – Infância Maldita (Mythos)
Os Supremos – Edição Definitiva (Panini)

Publicação de Charges
As Galinhas #1 de Eduardo Prado (Independente)
Dálcio – Charges Publicadas entre 2003 e 2007 de Dálcio (Correio Popular)
Imbróglio Capixaba de Vários (Independente)
Ninguém Segura Caratinga de Vários (Independente)
Pasquim (Antologia 72-73) #2 (Desiderata)
Pizzaria Brasil de Cláudio (Devir)
Urubu de Henfil (Desiderata)

Publicação de Cartuns
Assim Rasteja A Humanidade de Allan Sieber (Desiderata)
Confesso de Marco Jacobsen (Independente)
Desenhos de Humor de Reinaldo (Desiderata)
Existe Sexo Após a Morte de Adão (Desiderata)
Jeremias, O Bom de Ziraldo (Melhoramentos)
Ninguém Segura Caratinga de Vários (Independente)
Onde Foi Que Eu Errei? de Rico (Independente)

Livro Teórico
Almanaque de Cultura Pop Japonesa de Alexandre Nagado (Via Lettera)
Desenhando Quadrinhos de Scott McCloud (M. Books)
Iconográfilos – Teorias, Colecionosmo e Quadrinhos de Agnelo Fedel (LCTE)
JAPOP – O Poder da Cultura Pop Japonesa de Cristiane A. Sato (NSP Hakkosha)
Love Hina Infinity (JBC)
Mulher ao Quadrado – As Representações Femininas nos Quadrinhos
Norte-americanos de Selma Oliveira (UNB/Finatec)
O Riso que nos Liberta de Wellington Srbek (Marca da Fantasia)

Tira Nacional
Animatiras de Jean Galvão
La Vie En Rose de Adão
Malvados de André Dahmer
Níquel Náusea de Fernando Gonsales
Piratas Do Tietê de Laerte
Quadrinho Ordinário de Rafael Sica
Salmonelas de Benett

Projeto Editorial
A Ciência Ri (UNESP)
Batman Crônicas vol. 1 (Panini)
Coleção 100% Quadrinhos (Graffiti)
Irmãos Grimm em Quadrinhos (Desiderata)
Krazy Kat – Páginas Dominicais 1925-1926 (Opera Graphica)
Laertevisão (Conrad)
São Paulo (Casa 21)

Animação
Disputa Entre o Diabo e o Padre pela Posse do Cênte-Fór na Festa do Santo Mendigo de Francisco Tadeu e Eduardo Duval
EngoleDuasErvilhas, de Marão
Garoto Cósmico de Alê Abreu
Juro Que Vi : Matinta Pereira de Humberto Avelar
Leonel Pé-de-Vento (Leonel The Flurry-Foot) de Jair Giacomini
Turma da Mônica – Uma aventura no Tempo de Maurício de Sousa
Yansan de Carlos Eduardo Nogueira

Exposição
400 Quadrinhos Franceses (Midiateca da Aliança Francesa), Niterói/RJ
Exposição “Oscar Niemeyer” (FIQ) Belo Horizonte/MG
Fierro – La Historieta Argentina (FIQ) Belo Horizonte/MG
Mangá: Como o Japão Reinventou os Quadrinhos (Metrô Clínicas) São Paulo/SP
Viajando em Quadrinhos pela França e Alemanha, Icaraí/RJ
Ziraldo – O Eterno Menino Maluquinho (Salão Carioca), Rio de Janeiro/RJ

Evento
25 Anos da Gibiteca de Curitiba (Gibiteca Curitiba)
2ª Semana de Quadrinhos (Ufrj)
2º Festival de Quadrinhos (Fnac Brasília)
4º Ilustra Brasil! (SIB)
5° FIQ – Festival Internacional de Quadrinhos
Anime Dreams
Recife 12 Horas de Hq

Salão e Festival
1º Salão Internacional De Humor Pela Floresta Amazônica
15º Salão Universitário De Humor De Piracicaba
18º Salão Carioca De Humor
20º Salão De Humor De Volta Redonda
34º Salão De Humor De Piracicaba
3º Salão De Humor De Paraguaçu Paulista
IX Festival De Humor E Quadrinhos De Pernambuco

Adaptação para outro veículo
1º Salão Mackenzie De Humor E Quadrinhos – Documentário
300 – Filme
Carlos Zéfiro – Calendário (Cervejaria Devassa)
Homem Aranha 3 – Filme
Hqs – Quando A Ficção Invade A Realidade – Romance (Rosana Rios)
Três Irmãos De Sangue – Documentário
Turma Da Mônica – Uma Aventura No Tempo

Web Quadrinhos
Desvio – A. Moraes / Jean Okada: http://www.desvio.art.br
Dinamite & Raio Laser – Samuel Fonseca: http://www.dinamiteraiolaser.com.br/index.php
Linha do Trem – Raphael Salimena: http://linhadotrem.blogspot.com
Malvados – André Dahmer: http://www.malvados.com.br
Nicolau – Lucas Lima: http://www.lucaslima.com
The Major – Hector Lima / Irapuan Luiz / Michelle Fiorucci: http://www.themajor.org
Toscomics – Samanta Flôor: http://www.cornflake.com.br/cornflake/toscomics

Site sobre Quadrinhos
Bigorna – http://www.bigorna.net
Fanboy – http://www.fanboy.com.br
Guia dos Quadrinhos – http://www.guiadosquadrinhos.com
HQManiacs – http://www.hqmaniacs.com
MundoHQ – http://hq.cosmo.com.br
Omelete – http://www.omelete.com.br
Universo HQ – http://www.universohq.com

Blog sobre Quadrinhos
Blog do Universo HQ – http://universohq.blogspot.com
Blog dos Quadrinhos – http://blogdosquadrinhos.blog.uol.com.br
Gibizada – http://oglobo.globo.com/blogs/Gibizada
Mais Quadrinhos – http://maisquadrinhos.blogspot.com
Melhores do Mundo – http://www.interney.net/blogs/melhoresdomundo
Projeto Continuum – http://projetocontinuum.blogspot.com
Zine Brasil – http://zinebrasil.googlepages.com

Blog / Flog de artista gráfico
Fabiano Gummo – http://fgummo.blogspot.com
Grafar – http://grafar.blogspot.com
Gustavo Duarte – http://mangabastudios.blog.uol.com.br
Luigi Rocco – http://roccoblog.zip.net
Rafael Coutinho – http://raffa-bingo.blogspot.com
Rafael Grampá – http://furrywater.
Solda – http://cartunistasolda.blogspot.com
wordpress.com

Site de Autor
André Caliman – http://www.andrecaliman.com
Daniel Gisé – http://www.danielgise.com
Jozz – http://www.jozz.com.br
Julia Bax – http://www.juliabax.com
José Aguiar – http://www.joseaguiar.com.br
Leonardo Pascoal – http://www.leonardopascoal.com
Lorde Lobo – http://www.lordelobo.com.br

Articulista de Quadrinhos
Álvaro de Moya (Revista Abigraf)
André Morelli (Mundo dos Super-heróis)
Eduardo Nasi (UniversoHQ)
Gonçalo Júnior (Revista Cult, Bigorna)
Marcus Ramone (UniversoHQ)
Paulo Ramos (Blog dos Quadrinhos do UOL)
Télio Navega (O Globo/Gibizada)

Editora do Ano
Conrad
Desiderata
Devir
JBC
Panini
Pixel
Zarabatana