Medo e

Deixaremos desabar os cabelos e os sonhos?
Por que não?
Porque nada nos obriga a parar de flutuar, talvez.
O medo de cair nos impede de flutuar, talvez.
O medo de tocar seu beijo me nega de que te ame, talvez.
E assim minhas únicas certezas são o medo
e o talvez.


claudinei vieira

 

740113 (cópia)

Explore posts in the same categories: Poemagem

Tags:

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s