Quedar-se

.

ainda há muitas cicatrizes para serem feridas

ainda para serem vividas

tantos amores para serem sufocados

sofreguidões a serem desbragadas

lembranças magoadas

cervejas bebidas

torresminhos pururucas

devidamente apreciados

.

No entanto

por enquanto

quedo-me aqui

(Claudinei Vieira)

quedar-se

Explore posts in the same categories: Poemagem

Tags:

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s