Verbo 21, site de literatura e cultura, acabou após 14 anos de existência

verbo2123

 

Verbo 21, a revista eletrônica de literatura e cultura criada e mantida pelo escritor Lima Trindade, acabou. Foram 14 anos de atividade, discussões, troca de ideias, pensamentos, propagação de beleza, em sua plena acepção. 14 anos! De atualizações mensais ininterruptas (das quais só consigo imaginar, de longe, o trabalho e a dedicação que devem ter sido exigidos)

Tenho escrito para e por internet há vários anos. Tive a honra e o prazer de participar e contribuir com textos meus para sites, blogs, páginas internéticas de todas as espécies, tamanhos e qualidades. Posso dizer que, desse turbilhão internético do webuniverso em que estamos mergulhados, com o tsunami de informações, opiniões, discussões avassaladoras a que somos submetidos, existem poucos espaços, tão poucos, que realmente se mantém por tanto tempo, com tanta integridade, com tanta Identidade, conteúdo, inteligência, variedade, abrangência e profundidade quanto a Verbo 21 manteve. Os textos (poucos, infelizmente) que publiquei em suas páginas, os exibo com muito orgulho, pois sabia que, para serem aceitos, precisavam passar pelo crivo severo e arguto do seu Lima Trindade. A Verbo 21 vai fazer falta.

Percebam, portanto: um pedaço da história de nossa cultura está acabando exatamente agora.

verbo21234Abaixo reproduzo, com a permissão do Lima, o texto onde explicita os motivos do fechamento.

Claro, em se tratando do Lima, pode-se ter certeza que projetos outros se apresentarão, livros novos serão lançados, novos meios de integração e de trocas serão montados, com o tempo. Novos verbos virão, não tenho dúvida.

“Prezados colaboradores & leitores,

É com pesar que anuncio o fim das minhas atividades como editor da Verbo21, revista eletrônica criada por mim e pelo Wilton Rossi em julho de 1999, a qual passei a comandar sozinho a partir de 2001 até a presente data, atuando sempre em caráter de total independência e dedicação.

Nesses quase quinze anos de atividades ininterruptas, selecionamos trabalhos de anônimos e notórios, divulgamos textos criativos e provocantes que se alinhavam com o propósito maior da publicação: pensar a produção cultural contemporânea em suas mais diversas matizes.

Em nossas páginas foram entrevistados nomes como FANNY ARDANT, ANTONIO CÍCERO, CRISTOVAM BUARQUE, JUAN PEDRO GUTIERREZ, JOÃO SILVÉRIO TREVISAN, CARLOS FUENTES, GLAUCO MATTOSO, ROMAN POLANSKI, WALLY SALOMÃO, ELIZABETH DI CAVALCANTI, RUY ESPINHEIRA FILHO, PAULO SCOTT, DAVID LEAVITT, VLADIMIR CARVALHO, TOM ZÉ, LUIZ RUFFATO, SOFIA LOREN, ROBERTO MACHADO, FERNANDO GONSALES, MARTIN AMIS, ARMANDO FREITAS FILHO, LUIZ MOTT, LÁZARO RAMOS, AFFONSO ROMANO DE SANT’ANNA, NELSON DE OLIVEIRA, LYA LUFT, NICOLAS BEHR, TATIANA BELINK, RONALDO CORREIA DE BRITO, GILBERTO GAWRONSKI, ITHAMARA KOORAX, CAIO PORFÍRIO CARNEIRO, JUDITH THOMPSON, THELMA GUEDES, EDUARDO GIANNETTI, OSCAR ARARIPE e muitos, muitos outros.

Publicamos: a) ensaios sobre cinema, política, filosofia, literatura, comportamento, artes plásticas, quadrinhos, sociologia e inúmeras outras áreas do conhecimento e investigação; b) resenhas sobres produções artísticas; c) um acervo de imagens envolvendo desde o desenho até a fotografia e o grafismo virtual; d) colunas de humor, crônica, poesia, conto, críticas rápidas, ficção científica; e e) trabalhos ficcionais inéditos de leitores.

Por meio de uma parceria com a Brechó Discos, possibilitamos o download de músicas, dando visibilidade ao trabalho de diversas bandas com a apresentação de releases e fotos.

Mesmo com a explosão dos blogues na última década, optamos por continuar como um site. Eu, na qualidade de editor, e todos os demais colaboradores, incluindo-se entre eles os webdesigners e nossa corajosa sub-editora, Anna Amélia, persistimos sem negociar o nosso trabalho por nenhuma moeda que não fosse a da autenticidade e da liberdade de expressão.

A revista teve muitos webdesigners como parceiros. No princípio, era o próprio Wilton quem cuidava da apresentação visual da revista. Quando ele deixou a Verbo21 para se dedicar a outros projetos pessoais, contamos com mais três excelentes voluntários: Ed, Manoel e Ernesto. Cada um deles desenvolveu um trabalho com uma assinatura que marcou determinada fase do periódico. Por último, veio o Wilson Foca Neves, talvez o mais longevo deles. E igualmente talentoso. Quando o Foca pediu demissão em meados de 2013, pela primeira vez não encontramos um webdesigner imbuído da mesma paixão pelo projeto.

Por um outro lado, eu atravessava um momento em que precisava de mais tempo para me dedicar ao trabalho de escritor. Tinha um romance com prazo de entrega definido e já não estava mais lendo e pesquisando como pretendia. Eu acreditei que esse seria um período curto e rapidamente apareceria um novo webdesigner e a Verbo21 retomaria com novo vigor sua história. No entanto, após duas tentativas mal sucedidas, os meses foram passando e eu não via uma solução satisfatória. De setembro de 2013 para cá, atualizamos uma única edição. Ainda assim, com problemas. Tudo isso me cansou. Fiquei triste, chateado. E me levou a pensar que era preciso seguir adiante.

Fecho as portas da Verbo21 com orgulho por tudo o que ajudei a construir. Acredito que muitos de vocês possivelmente guardem boas lembranças das leituras e do tempo que passamos juntos. Agradeço a todos pelo tempo despendido conosco. E que possamos nos ver por aí: nas malhas virtuais ou num café de uma livraria de rua.

Abraços,

Lima Trindade”

.

.

Explore posts in the same categories: Literatura

Tags: , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s