Verbo 21, Outubro, e Alan Moore

 

opa, número novo da VERBO 21 e opa, texto meu, tinindo de novo, sobre ‘Neonomicon’, quadrinhos de terror, violência e suspense de Alan Moore, publicado no Brasil pela Panini. Cercado de polêmicas, discuto se esse recente trabalho mostra realmente sinais de decadência do melhor escritor de quadrinhos de todos os tempos.

Mas, obviamente, VERBO 21 traz muito mais do que um texto meu:

Ano 13, número 159, outubro 2012

Neonomicon: o genial e o lixo de Alan Moore – Claudinei Vieira
Tradução: Quatro poemas de Paul-Jean Toulet – João Filho
JOSÉ WEIS: NEM CINISMO, NEM DOCE-LIRISMO – Sidnei Schneider
Gente da Minha Terra – Maria Lucília Viveiros Araújo
Perdendo a noção: um intertexto que se cria – Juliana Assis
A ANTOLOGIA METAPOÉTICA DE ANDERSON BRAGA HORTA – Claudio Sousa Pereira
Foucault, as genealogias e os poderes – Tatiana Sena
SUTILEZAS DO EROTISMO EM ROLAND BARTHES- Rodrigo da Costa Araujo
O Poeta Utópico – Mariel Reis
Cinema na televisão: considerações sobre o telefilme – Leonardo Campos

conto de Dênisson Padilha Filho
COLUNAS:
Aguacesa
Bordado sem dedal
Daguerreótipos
Diálogos
Os Gallos
Vértebra

ENTREVISTAS:
David Léo Levisky
Salgado Maranhão

http://www.verbo21.com.br/

Explore posts in the same categories: Desconcertos

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s