Carlos Reichenbach

‘Alma Corsária’, de Carlos Reichenbach.

Filme que sempre me seduziu, impressionou e me envolveu em muitos níveis (estético, artístico, político, ideológico) desde que o assisti pela primeira vez, há muito tempo.

 

Duas imagens (abaixo) do meu filme mais injustiçado, GAROTAS DO ABC, em homenagem a Lang. Fala-se muito de meus filmes menores, mas este seja talvez o mais cinematográfico e radical de todos os que eu já realizei. É de todos que fiz (15, com FALSA LOURA) o de realização mais complexa e o de mise-en-scène mais sofisticada. O que melhor resolve a equação forma-conteúdo-síntese. As avaliações conteudísticas de praxe me dão asco. É o único dos meus filmes que eu mostraria, sem constrangimento nenhum, para Fritz Lang, Samuel Fuller ou Shohei Imamura. Sinto que vai acontecer com GAROTAS DO ABC o mesmo que aconteceu com LILIAM M.”  – Carlos Reichenbach

 

 

 

Explore posts in the same categories: Sem categoria

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s