120 Dias de Sodoma

‘Saló ou 120 Dias de Sodoma’, a perturbadora e por vezes insuportável descida ao inferno da insanidade e crueldade humanas. Para Pasolini, neste filme a nudez e o sexo não são suaves, bonitos, sensuais. Aqui são ferramentas dos fascistas para a degradação ‘pura’ e máxima. E, embora ambientado na Segunda Guerra Mundial, o ‘fascismo’ citado é o de todos os tempos, de todos os lugares. Pasolini desnuda a bestialidade e este é um espetáculo nada bonito de se ver.

 

 

 

 

Explore posts in the same categories: Sem categoria

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s