A posição da mulher judaica no ônibus de Israel

Mulher israelense provoca comoção social por se recusar a sentar na parte de trás do ônibus. Judeus ultraortodoxos se indignaram pela sua falta de vergonha (em hebraico castiço devem tê-la chamado de ‘puta’ pra baixo) já que a posição da mulher deve ser sempre atrás do homem. São os judeus ultraortodoxos que tomam conta da ‘moral e bons costumes’ de Israel, mas há um sentimento cada vez maior de cansaço e irritação contra seu reacionarismo ultrareligioso, que se reflete em um crescente movimento feminista e de protestos por direitos humanos melhor contemplados.

A comparação com Rosa Parks é direta e inevitável. Parks foi o estopim e o centro dos movimentos negros norte-americanos na década de sessenta por ter se sentado no ônibus em um banco destinado somente para brancos. Se o gesto de Tanya Rosenblit vai ter a mesma repercussão ainda é cedo para se dizer. Mas com certeza a discussão está fervendo na terra dos “ayatollahs” judeus.

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2011/12/111218_israel_mulher_onibus_gf.shtml

Explore posts in the same categories: Desconcertos

Tags: ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s