eu estava tão quieto no meu canto…

Em verdade, ainda estou.  Quieto. Devo dizer também que não sentia uma autêntica vontade de mudar essa situação. Há um certo prazer na modorra, na preguiça. Gostaria de continuar assim.

No entanto, as pedras continuam rolando e por mais prazeroso que se preze, por mais bela que seja a queda da cordilheira, não há sentido em uma impermanência perene.

Hay que desconcertar. As águas estão correndo. Novidades estão se gestando.

Em breve.

Explore posts in the same categories: Sem categoria

Tags:

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

5 Comentários em “eu estava tão quieto no meu canto…”

  1. Sofia Says:

    Nice site you have a very nice blog you have discovered a new am your follower: D

    Curtir

  2. Tati Says:

    Cá, tem presente pra ti no meu blog, pega lá!!!

    Curtir

  3. Tati Says:

    Valeu pelo OI! Pensei tanto em vc nesses dias! Beijo

    Curtir

  4. Carola Medina Says:

    muita saudade, gosto muito de vc. beijo enorme

    Curtir

  5. akio Says:

    Claudinei, você está acamado?
    Desculpe a pergunta, mas pelas suas palavras…
    Abraço
    akio

    Curtir


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s