Notas de um genocídio

gaza – Palestinos no Facebook

de Idelber Avelar: “Já há alguns meses, recolho quase diariamente, via Facebook, relatos de palestinos vivendo sob o horror da ocupação colonial ou no desterro dos campos de refugiados. Se você é membro da comunidade do Biscoito no Facebook, e não está listado como meu amigo, fique à vontade para enviar uma solicitação (uma linha de auto-apresentação ajuda)”.  in O BISCOITO FINO E A MASSA

Why do they hate the West so much 

“So once again, Israel has opened the gates of hell to the Palestinians. Forty civilian refugees dead in a United Nations school, three more in another. Not bad for a night’s work in Gaza by the army that believes in “purity of arms”. But why should we be surprised? Have we forgotten the 17,500 dead – almost all civilians, most of them children and women – in Israel’s 1982 invasion of Lebanon; the 1,700 Palestinian civilian dead in the Sabra-Chatila massacre; the 1996 Qana massacre of 106 Lebanese civilian refugees, more than half of them children, at a UN base; the massacre of the Marwahin refugees who were ordered from their homes by the Israelis in 2006 then slaughtered by an Israeli helicopter crew; the 1,000 dead of that same 2006 bombardment and Lebanese invasion, almost all of them civilians?” – in THE INDEPENDENT

– Notícias do genocídio

89 crianças e 30 mulheres entre os mortos confirmados em Gaza até o dia 5

A defesa de Israelgaza3

Há uma diferença, nos dizem, entre as matanças perpetradas pelos grupos islâmicos e aquelas por Israel…

A “força” do inimigo de Israel

O início dos ataques israelenses na Faixa de Gaza não é uma simples reação aos foguetes do Hamas…

A contradição de Israel

Entrevista com Amira Hass, correspondente do jornal Haaretz nos territórios ocupados

A “transferência compulsória” palestina

O bombardeio israelense é apenas mais uma etapa da limpeza étnica empreendida pelo Estado de Israel desde 1948…

Anúncios
Explore posts in the same categories: Desconcertos

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

3 Comentários em “Notas de um genocídio”

  1. Daniel Says:

    Claudinei, obrigado pelos links pro Amálgama. estaremos traduzindo mais matérias e publicando textos próprios nos próximos dias.

    Abs. e boa sorte.

    Curtir

    • Claudinei Vieira Says:

      Daniel, que trabalho fantástico e tão importante vocês estão fazendo! Faço questão absoluta de fazer os links. É o mínimo que um blogueiro como eu pode ajudar, o de ampliar a divulgação dos verdadeiros fatos de um genocídio em andamento. Abraços.

      Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s